Sempre em busca de soluções tecnológicas de vanguarda para gestores e profissionais do fitness, a W12 está preocupada em ouvir e conhecer as empresas parceiras que fazem parte de sua história. Com o objetivo de melhorar o EVO – software de gestão para academias e estúdios, todos os colaboradores da W12 se dividiram para sair a campo para bater um papo com os clientes.

“A gente faz uma visita do que chamamos de operação curiosidade, que é uma conversa com o cliente para identificar o que é mais importante para aquela pessoa no âmbito geral. Não é o que é importante para ela em um software, é o que é importante para ela na vida. A gente vive para mudar vidas. Então, para você mudar vidas primeiro é preciso conhecer as vidas”, destaca Valério Ferreira, sócio-fundador da W12.

Durante essas visitas, a equipe da W12 está em busca de conhecer as histórias das pessoas, visando conhecer seus sonhos, saber o que desejam alcançar em relação à empresa e na vida pessoal. Valério ressalta que todas as informações colhidas serão usadas para refazer o alinhamento estratégico e, assim, atualizar a missão da empresa.

Recomendamos para você:  Crise em academias: seus clientes conseguem reconhecer os seus esforços

“Vamos nos reunir para definirmos quando esse alinhamento estratégico será refeito. Faremos o EVO 4, que será lançado na Fitness Brasil 2015, mas não é só uma nova versão do software que sai do alinhamento estratégico, sai uma nova versão da gente. Uma nova versão de como lidar com o cliente, do que vamos oferecer, como vamos oferecer, quanto cobrar, se alteramos o horário de funcionamento. É a partir dessas conversas que a gente começa a identificar esses tipos de coisas”, reforça o empresário.

No total, 40 gestores de academias e estúdios estão sendo visitados em São Paulo e na Grande São Paulo. A escolha foi aleatória, conforme o perfil de cada empresa, buscando sempre a diversidade entre elas.

“O objetivo é que ao final de 40 a gente consiga a maior diversidade possível. Evitamos ter duas pessoas com histórias e perfis muito parecidos. Sob o ponto de vista do negócio, a gente procura diversificar o máximo possível”, diz Valério.

A visitação às academias pela equipe da W12 está em sua reta final e acontece até o meio de outubro.