Abrindo uma seção com o cliente na nossa newsletter, convidamos um dos nossos clientes mais antigos e fiéis para um bate bola rápido.

O Carlos Santos, também conhecido como “Carlinhos”, CEO da Rede Califórnia Fitness, é um dos nossos clientes mais antigos.

E nós convidamos ele para estrear na nossa seção que dá a palavra ao cliente na nossa novíssima newsletter.

Vamos ver o que o Carlinhos tem a dizer, sobre toda a sua jornada como gestor e se você quiser saber as novidades mais quentes do nosso mercado, comunicadas com a nossa vibe, clique aqui para assinar a nossa newsletter.

1- Qual foi o seu maior desafio quando você começou como empreendedor? E qual lição ele trouxe para este momento?

Primeiro desafio é o de como profissional da área de educação física, entender que existe algo a mais do que simplesmente dar aula e querer construir uma carreira dentro do segmento de academia. Quando você entende onde você quer chegar e coloca um propósito profissional claro, começa a entender que existem outros caminhos. O segundo é a relação da visão sistêmica, conforme ensinamento da minha mãe: “filho, se você quer mandar, precisa aprender a fazer. Quando você está no início de um negócio, sem a devida estrutura e sem as pessoas certas nos lugares certos e é você que faz tudo na academia, precisa literalmente gerar e desenvolver competências que vão fazer com que você minimamente consiga entregar o básico em cada uma das muitas funções que você tem.

E quando isso começa a acontecer, vem um outro desafio, que foi um dos desafios mais complexos, que é sair da atuação como professor/coordenador/gerente, em contato com todo mundo e passa a ser gestor. Ir para trás de uma mesa e começar a pilotar o negócio, por meio de números, métricas e indicadores do seu negócio. E você começa a entender o que a boa aula tem a ver com o processo de retenção.

E quando você começa a sair desse cenário, começa a ir literalmente para uma parte da gestão que é complicada, onde você percebe que depende das pessoas para que as coisas aconteçam, não é você que faz tudo.

E começa a ter que treinar o time, engajar o time, para ter performance dentro do negócio. E a solução é desenvolver essas competências de gestão.

2- Quais são as características fundamentais para exercer a liderança?

A primeira coisa é você ver que tem a necessidade de ser líder, pois raramente você consegue ser líder de você mesmo. Ser líder é uma necessidade, que vem do momento em que você descobre que precisa das pessoas, pois não consegue fazer tudo sozinho. E vai precisar dessas pessoas para chegar a um objetivo.

A primeira coisa é reconhecer os limites pessoais. A segunda é a questão do feedback, pois as pessoas precisam saber se estão no caminho correto e o feedback é muito importante para isso.

Outra coisa é o líder saber tomar as decisões de forma assertiva. Parar de ficar simplesmente apagando incêndio e tomar as decisões para o negócio, além de ter novas ideias que desafiem constantemente a equipe.

E estimular a inteligência coletiva da equipe. É entender que não existe melhor resposta, mas trazer as soluções coletivas que certamente vão ser melhores para o todo.

Recomendamos para você:  Compreenda melhor o cenário com este Glossário da Pandemia

Por último, é o líder assumir a responsabilidade. É ser responsável, entender que você tem um negócio, uma empresa com gente que depende das suas decisões e quando algo não der certo, a culpa é sua. Um bom líder assume sua responsabilidade.

3- O que te deixa verdadeiramente realizado profissionalmente?

Em uma palavra: resultado. É a maior realização profissional, é o que você consegue realizar por meio de suas escolhas como gestor. Ter prosperidade e gerar prosperidade para a empresa e melhorar a vida das pessoas que trabalham na empresa. Melhorar a vida dos clientes é o que deixa a gente realmente realizados, ver o que fazemos está mudando a vida das pessoas (Nós, nossos colaboradores e clientes).

4- Como o EVO contribuiu para a sua jornada como gestor e o que você acha que contribuiu para o EVO melhorar?

O EVO contribuiu muito, pois a gente saiu de um sistema que era praticamente um sistema de controle de entrada e saída de alunos e dois ou três indicadores de gestão, para um sistema que tinha todas as ferramentas. E foi quando eu entendi que eu precisava sistematizar a minha gestão, pois tinha planilhas à parte e hoje, tenho tudo no EVO, que também evoluiu bastante.

O EVO trouxe funcionalidades muito interessantes, que nos ajudaram a fazer um trabalho consistente de CRM junto ao nosso cliente. Isso certamente melhorou nosso relacionamento com o cliente, refletindo na nossa retenção, conforma aparecia nos indicadores.

Eu acho que o EVO evoluiu muito a partir do momento em que parou de olhar para dentro, como um sistema e passou a olhar para fora, para o usuário especificamente, que é para quem realmente era feita a entrega.

E essa evolução se mostrou muito significativa e visível nessa pandemia, pois com todo o tempo de EVO que eu tenho, nunca vi algo com uma capacidade de evolução tão grande em tão pouco tempo!

São tantas inovações, em tão pouco tempo, num momento tão importante que as academias estão passando e acredito que isso foi possível porque houve essa mudança de olhar. Esse “vestir o chapéu” do cliente e sentir essas dores, entregando o que o cliente precisava, sem nem perguntar.

O EVO está num processo de ressignificação com o cliente muito legal e estamos sentindo isso todos os dias. Seja no suporte, seja nos grupos, queria dar os parabéns para todo mundo!

5- Qual o maior aprendizado que você viveu na pandemia?

Foram vários os aprendizados… um desses aprendizados foi a relação com a família, quando tem muito mais tempo do que o normal, no dia a dia.

A relação de time também, gerou uma oportunidade de ver quem realmente está junto, de verdade.

E o outro é perceber que quando o tanque chega na reserva, você ainda tem muito caminho a percorrer e foi muito importante, no sentido de correr atrás, não cansar nunca, ir pra cima e fazer muito mais do que nós mesmos imaginamos.

Estas foram as impressões do Carlinhos no primeiro bate-bola com o cliente, uma coluna da nossa Newsletter semanal.

Se você quiser receber em seu e-mail clique aqui para assinar.